CONFRARIA • Filhos & Amigos de Arapiraca

NOTÍCIAS

12 de Janeiro de 2018 as 18:30

Moradores de Traipu reclamam de atendimento no BB de Girau do Ponciano

Moradores de Traipu que tinham contas na agência 1159 e foram transferidos para o banco de Girau do Ponciano, reclamam do atendimento na cidade vizinha.

Eles relatam que a agência de Girau não tem estrutura para receber todos os correntistas de Traipu. Falta dinheiro, tem poucos funcionários, caixas sem funcionar entre outros problemas.

“Ontem fui ao Banco do Brasil de Girau do Ponciano, fiquei indignada cheguei 2 horas em ponto, e as portas já estavam fechadas , então reclamei pro segurança que do seu canto não saiu, que era 2 horas naquele momento e nem pra dá uma satisfação é ele foi, então falei com pessoas do interior que tinha chegado 7:30 da manhã e ainda estava ali, pois só tinha um caixa funcionando, então fiquei na porta onde filmei pessoas que tinha algum conhecimento com funcionários do banco entrando, aí vi muita gente de Traipu e vi também pessoas de Girau que também estavam sendo humilhados, aí pensei meu Deus se o povo de Girau estão sendo humilhados imagine o povo da minha cidade que não tem conhecimento com os funcionários, gente foi humilhante vê o meu povo sendo pisado”, escrecveu a senhora Cleice Lima.

 


Os moradores estão usando redes sociais para fazer tais relatos, outros relatam que vão procurar a defensoria pública para mover ação judicial contra o Banco do Brasil.

Falta dinheiro

O dilema é grande na cidade ribeirinha de Traipu. Falta dinheiro, a agência dos correios vive lotada, as pessoas querem sacar sem sair da cidade, mas está cada vez mais difícil.

“Cheguei logo cedo nos Correios, mas tem que ver se alguém faz pagamento pra a gente poder sacar, a situação está complicada”, disse senhor que não quis ser identificado.

Muita gente vai pra Girau, chegando lá não tem dinheiro, aí tem que ir pra Arapiraca, é uma falta de respeito muito grande, disse o agricultor José Francisco.

Resposta

Não conseguimos falar com a assessoria do Banco do Brasil, mas estamos a disposição para eventual esclarecimento.