Notícias

Do campo à mesa: inovação passa por toda a cadeia de produção e consumo de alimentos

Com as mudanças observadas no comportamento do consumo de alimentos pela população mundial, o setor de agronegócios também acaba sendo impactado. No Brasil, essas tendências já são vistas e mexem com as formas de produzir e com os processos de transformação dos alimentos. Inovar no campo é cada vez mais preciso e o Sebrae Alagoas acompanha essas mudanças.

Segundo o analista da Unidade de Competitividade e Desenvolvimento do Sebrae Alagoas, Henrique Soares, com essa visão e buscando estimular e apoiar o surgimento de ideias e negócios em toda a cadeia de valor alimentar, o Sebrae procura ofertar soluções e repassar informações para a cadeia envolvida.

“O Sebrae Alagoas mantém esses temas sob olhares atentos e monitorados para que o ecossistema local de inovação, assim como os produtores rurais e a indústria possam ter densidade de informação e uma trilha de aprendizado que contribuam com a melhoria do escalonamento dos negócios do setor”, afirma Henrique Soares.

O analista ainda destaca alguns aspectos e tendências de consumo que apontam para o avanço da inovação no campo e disrupção no agronegócio, entre eles o envelhecimento da população, a busca por alimentos alternativos seja em proteína, com a utilização de proteína de base vegetal para a substituição de leite, carne e ovos ou com o desempenho funcional de alguns alimentos agregam valor na produção primária.

Henrique Soares reforça que existe, também, uma grande lacuna de comunicação entre a indústria e o consumidor. “Muitas vezes, a indústria não consegue mapear a tendência de consumo, assim como o consumidor não entende o impacto das inovações e tecnologias que vão surgir naquele produto que ele está consumindo, mas com grande avidez para o consumo”, aponta.

Segundo ele, os sistemas produtivos também passam por disrupção. “A utilização de sistemas fechados, internos de hidroponia, fazendas verticais, utilização de veículos autônomos para o trato direto na lavoura, colheitas robóticas, entregas com drone, impressão do alimento com dietas customizadas, são grandes inovações que vêm se fortalecendo na chegada ao Brasil. Então, esses desafios na produção e transformação de alimentos já são evidentes”, conclui.

O analista se colocou à disposição das micro e pequenas empresas que querem inovar no campo. “Somos parceiros dos pequenos negócios. Para inovar e se capacitar mais, podem contar sempre com o Sebrae, pelo 0800-570-0800 ou pelo site: www.sebrae.com.br/alagoas”, finaliza.

Atendimento remoto

Devido ao novo coronavírus, os empresários da pequena empresa podem contar com o atendimento do Sebrae de forma apenas remota até dia 07 de maio. A equipe do Sebrae está mobilizada para atender as demandas dos empresários, que também podem contar com a estrutura de cursos online e gratuitos do portal EAD Sebrae com mais de 100 opções de cursos, basta acessar https://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/cursosonline.

O empresário pode entrar em contato com a instituição pelos canais remotos e digitais, como o portal sebrae.com.br/alagoas, telegram t.me/sebraealagoas, whatsapp e Telefone 0800 570 0800, chat e e-mail fale.sebrae.com.br, instagram @sebraealagoas, twitter @sebraealagoas, facebook /SebraeAlagoas, youtube @sebraealagoas e o linkedIn Sebrae Alagoas.

(Visited 5 times, 5 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *