Notícias

PREFEITURA ESTUDA DESAPROPRIAR TERRENO ONDE FORAM RECOLHIDAS 855 TONELADAS DE LIXO

Imaginem 142 elefantes juntos ou 53 caminhões. É difícil calcular algo assim, né? Pois é. Em cada um desses casos totaliza-se 855 toneladas. Este foi o peso de lixo e entulhos retirados pela Prefeitura de Arapiraca em apenas um terreno, localizado bem próximo ao “Cabaré Velho”, no bairro Itapoã.

A ação deveria ocorrer em apenas quatro dias, mas conforme o lixo era retirado durante as manhãs e tardes, na parte da noite outros materiais eram colocados irregularmente no local, o que atrasou a conclusão da limpeza em mais seis.

Apesar do terreno ser particular, o mesmo não encontra-se murado e por isso vira alvo fácil para pessoas e empresas descartarem resíduos de forma irregular. No inicio deste ano, o Ministério Público Estadual solicitou a prefeitura que realizasse a limpeza e um Termo de Ajuste de Conduta (TAC) foi assinado, garantindo que a prefeitura intervenha no local.

As Secretarias de Serviços Públicos e Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente já tentaram entrar em contato com o proprietário, para que o mesmo “feche” o terreno, porém o mesmo não foi encontrado. Diante disso, o secretário Roany Izidoro já comunicou que a administração municipal pretende desapropriar e construir um equipamento público.

Durante visita ao local, Roany afirmou que a prefeitura tem feito sua parte, mas que a população precisa ajudar. “Nós assinamos o TAC e estamos cumprindo com nosso papel, mas perdermos 10 dias limpando um local que poderia estar sempre limpo é lamentável. É dinheiro jogado no lixo, literalmente”, colocou.

A comitiva de inspeção também contou com a presença da superintendente de gestão da secretaria, Maria Caroline; o superintendente da resíduos, Edney Carneiro; o diretor de fiscalização ambiental, Samuel Lima; técnicos municipais do meio ambiente; além da Polícia Militar e da coordenação de comunicação.

“A comunidade do local é carente de ações sociais, mas a prefeitura já está buscado resolver isso e garantir mais auxilio aos moradores. Por isso já estamos em estudo para desapropriar o local e torna-lo um atrativo par famílias e por quem passa por ali”, contou Roany.

Fiscalização

Já na noite de terça-feira, uma grande fiscalização ocorreu no local e várias infrações foram flagradas. Os responsáveis foram advertidos e multados. A iniciativa foi da Seduma e contou com a participação da PM e da Vigilância Municipal.

“A prefeitura seguirá fiscalizando e realizando ações de limpeza por toda cidade. Mas é preciso que a população colabore conosco. Também estamos trabalhando para que em breve tenhamos um canal ainda mais direto para as denuncias”, explicou Ricardo Vieira, secretário adjunto da Seduma.

(Visited 164 times, 1 visits today)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *